DEM tem dúvidas sobre querer Doria como candidato a presidente em 2018

O Partido DEM está bastante dividido sobre a possibilidade de acolher o prefeito da cidade de São Paulo João Doria em suas fileiras e lançá-lo candidato a presidente da República em 2018. Este empasse está no fato de que o partido terá problemas com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), que hoje ver sua vaga “praticamente garantida” na próxima disputa eleitoral ameaçada pelo favoritismo de João Doria.

DEM tem dúvidas sobre querer Doria como candidato a presidente em 2018

DEM tem dúvidas sobre querer Doria como candidato a presidente em 2018

Mas, a escolha para a ocupação da vaga para a presidência das eleições 2018 anda bastante complicada! O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, já deu estocadas no tucano e minimizou a tal possibilidade. Por outro lado, inúmeros grupos como o do ministro Mendonça Filho, da Educação, por exemplo, não têm antipatia pela ideia de ter Doria no partido.

O tão falado João Doria, que viaja o País em campanha eleitoral antecipada, tem reiterado que não sai do PSDB em nenhuma hipótese. O que só aumenta o impasse entre ele e o Governador Geraldo Alckmin: Qual dos dois políticos irá se candidatar para presidente da República em 2018 pelo PSDB?

O nome do prefeito, contudo, enfrenta uma série de resistências entre setores tucanos. O presidente interino do PSDB, Tasso Jereissati (CE), conforme apurou o Estadão, disse em reunião interna que o governador Geraldo Alckmin “tem preferência” na fila na escolha do candidato.

PSDB segue sem a definição de quem escolherá para o páreo. De um lado está o novato prefeito João Doria, do outro o experiente governador Geraldo Alckmin.

 

O grupo dos “tucanos históricos” de São Paulo, do qual fazem parte o ex-governador Alberto Goldman e José Aníbal, presidente do Instituto Teotônio Vilela, também não aceita a opção Doria.

Presidente licenciado do PSDB, o senador Aécio Neves (MG), que mantém influência na sigla, é outro que entrou em rota de colisão com o prefeito após Doria defender publicamente seu afastamento do comando do PSDB. 


O Presidente Michel Temer também tenta atrair Doria para a eleição 2018

Além do desejo já citado pelo partido Democratas, o convite para que João Dória se retire do PSDB ganha mais força quando o próprio atual presidente Michel Temer diz a prefeito de SP que ‘as portas do PMDB estão abertas’ para ele concorrer ao Planalto no ano que vem.

A disputa interna do PSDB pela vaga de candidato à Presidência em 2018 vem mexido muito com os partidos aliados dos tucanos. DEM e PMDB, que integram a núcleo duro de apoio ao governo Michel Temer, se aproximaram do prefeito João Doria e sinalizaram positivamente para as possibilidade de lançá-lo candidato ao Planalto.

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), se reúne com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, do DEM Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O “convite” foi realizado durante uma conversa entre eles, na Prefeitura de SP, pouco antes de um evento no qual o presidente distribuiu publicamente diversos elogios a Doria, segundo relatos de quem estava no local.

Mas segundo o site do Estadão, Quando procurada, a assessoria do Planalto negou totalmente o convite!

Resumindo, O prefeito de São Paulo tem dito que não vai entrar na disputa se Alckmin, que é seu padrinho político, se colocar como candidato. Porém, cada vez mais ele tem adotado discursos e agendas de quem pretende concorrer (Dentro ou fora do PSDB)!

E você, o que acha sobre o prefeito João Doria se candidatar para a presidência nas eleições 2018? Deixe o seu A sua participação é de extrema importância.

 

AVALIE:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply