Como Anular Voto nas Eleições 2018?

Se perguntando como anular voto nas eleições 2018? Embora, daqui a algum tempo seja necessário escolher os novos políticos que irão nos representar, você não tem a obrigação de realmente escolher um nome ou partido, por isso é deve saber como anular voto nas eleições 2018!

Como Anular Voto nas Eleições 2018
Como Anular Voto nas Eleições 2018

Na urna eletrônica, não existe um botão para votar nulo, mas isso não significa que você não tenha como anular voto nas eleições 2018.

Apesar existem alguns processos a serem seguidos e caso essa seja a sua decisão final diante da urna, acompanhe nosso artigo e saiba como realizar essa ação!

Retire suas dúvidas sobre o Voto Nulo das eleições 2018

O que significa “votar nulo”?

O voto nulo não é considerado um voto válido em nenhum processo eleitoral! Na realidade ele indica que o eleitor decidiu por não escolher nenhum dos candidatos que concorre ao cargo político.

No Brasil, muitos eleitores votam nulo como forma de protesto, indicando insatisfação com os candidatos elegíveis. Uma das maiores razões para se votar nulo, é a corrupção que assombra a política nacional, por exemplo.

O que acontece se eu votar nulo?

Quando um eleitor decide votar nulo, automaticamente irá interferir no resultado das eleições 2018.

Por isso ao tomar essa decisão, será necessário uma dose de responsabilidade!

Isso por que o candidato com mais votos fica mais perto de vencer a eleição no primeiro turno, ou seja, ao votar nulo você irá “dar uma forcinha” ao político que já esteja em primeiro lugar na disputa política.

Diferença entre voto nulo e voto anulado?

Apesar de terem nomes bastante parecidos, possuem um significado muito distinto!

O voto nulo se trata de uma posição apartidária e não pressupõe novas eleições com novos candidatos.

Por outro lado, a anulação dos votos ocorre quando se verifica uma irregularidade (por exemplo, fraude ou coação) no candidato vencedor das eleições.

Caso isso aconteça, é necessário haver um novo processo eleitoral!

Os votos só serão anulados se o candidato eleito for condenado por abusar do poder econômico, por comprar votos ou por interferir com o poder político ou da autoridade.

Lembrando que isso só acontece se houver uma longa investigação e o candidato for considerado culpado.

Como anular voto nas eleições 2018?

Do modo em que o país se encontra, muitos cidadãos se encontram bastante insatisfeitos e em busca de grandes mudanças políticas, sociais e econômicas.

Uma maneira de alcançar essa mudança é protestando e para anular voto nas eleições 2018 você precisa seguir os passos abaixo:

  • Ir até a sua sessão eleitoral, portando título de eleitor e um documento oficial com foto;
  • Ao ser solicitado pela urna o número de algum candidato, escolha dois números que não represente nenhum político ou partido, como por exemplo “00” ou outros dois números que não se associe a nenhuma coligação política oficial;
  • Aperte o botão verde, escrito “Confirma” e espere aparecer a palavra “FIM”.

Porém, uma verdadeira mudança só aconteceria se a maior parte dos eleitores anulasse o seu voto, se tornando resultado aquela velha história de que “a união faz a força”.

Caso contrário, seu voto nulo só auxiliará um determinado político já na liderança da disputa alcançar a vitória.

Agora  você já sabe como anular voto nas eleições 2018, mas se ainda restar alguma dúvida, deixe o seu comentário abaixo!

Certidão de Quitação Eleitoral: Como obter certidão?

certidão de quitação eleitoral é um documento para comprovar que os eleitores não possuem pendência com a Justiça Eleitoral, ou seja, estão totalmente em dia com seus deveres democráticos. Caso você esteja em busca de informações sobre a  certidão de quitação eleitoral e como obtê-la, acompanhe e fique por dentro!

Certidão de Quitação Eleitoral
Certidão de Quitação Eleitoral

Ao ter acesso a sua certidão de quitação eleitoral, você estará atestando a plenitude do gozo dos direitos políticos, o que será muito válido durante algumas situações como a retirada de vistos para a realização de viagens ou a inscrição em concursos públicos ou vestibulares ao redor do país.


Como obter a minha Certidão de Quitação Eleitoral?

Conforme disciplinado pelo 7º do art. 11 da Lei nº 9.504, de 1997 , as certidões eleitorais são uma forma de regularizar o eleitor, caso o mesmo precise atestar a existência ou inexistência de registro no histórico de inscrição eleitoral (título de eleitor).

A forma mais fácil de obter uma certidão de quitação eleitoral é por meio do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) clicando aqui!

A emissão da sua certidão de quitação eleitoral pela Internet somente será possível se:

  • Não houver divergência entre os dados informados e aqueles registrados no Cadastro Eleitoral;
  • Não existir restrição no histórico de sua inscrição (por exemplo, ausência não justificada às eleições);
  • Todos os campos do formulário disponibilizado pelo site do TSE  forem preenchidos.

 

Para EMITIR o seu documento de quitação, siga os passos abaixo:

  • Clique aqui e escolha qual a certidão pretende emitir;
  • Ao ser encaminhado a uma nova janela, leia atentamente as orientações;
  • Em seguida, clique na opção “Li os termos e desejo emitir/validar a Certidão de Quitação Eleitoral”;
  • Clique na opção “Emissão de certidão” (caso ainda não tenha solicitado);

  • Insira o número do seu título, nome completo, data de nascimento e nome dos seus pais ou responsáveis;
  • Clique na opção “Emissão Certidão”.

Precisa VALIDAR a sua certidão de quitação eleitoral? Acompanhe os passos:

  • Clique aqui e escolha qual a certidão você  pretende validar;
  • Ao ser encaminhado a uma nova janela, leia atentamente as orientações;
  • Em seguida, clique na opção “Li os termos e desejo emitir/validar a Certidão de Quitação Eleitoral”;
  • Clique na opção “Validação de certidão” (caso já tenha solicitado o documento anteriormente);

  • Insira o número do seu título, data, hora e código da sua emissão de certidão;
  • Clique na opção “Validar”

Não consigo obter a minha Certidão de Quitação Eleitoral pela internet! O que devo fazer?

Caso o documento não seja emitido, o eleitor pode solicitá-la em qualquer cartório ou posto de atendimento eleitoral, onde será orientado quanto à regularização de sua situação.

Além disso, a validação da sua certidão (confirmação de autenticidade) poderá ser feita pelo órgão ou pela instituição onde for apresentada.

Os endereços e telefones dos cartórios eleitorais podem ser obtidos nos sítios dos Tribunais Regionais Eleitorais. Basta apenas escolher o seu estado no mapa, como mostra a imagem a seguir:

Você ainda possui alguma dúvida sobre a certidão de quitação eleitoral?  Então deixe o seu comentário abaixo e em seguida iremos fazer o possível para solucioná-la!

 

Quem Não é Obrigado a Votar? Saiba Aqui!

Você sabe quem não é obrigado a votar nas eleições 2018? Os processos eleitorais possuem  regras que a população precisa ficar ciente para não cometer erros. Confira quem não é obrigado a votar e comparecer nas sessões eleitorais, acompanhando o artigo abaixo!

Quem Não é Obrigado a Votar
Quem Não é Obrigado a Votar

Quem Não é Obrigado a votar? Saiba Aqui!

Geralmente, nós, eleitores temos algumas dúvidas sobre como funcionam os processos eleitorais e por ser algo de caráter obrigatório, trouxemos hoje algumas informações importantes, incluindo quem não é obrigado a votar nas eleições 2018.

 

Quem Não é Obrigado a Votar?


Eleições 2018

As eleições são a maior forma de expressão popular, é através desse processo que uma sociedade se torna democratizada.

No ano de 2018, a escolha dos novos políticos farão muita diferença no cenário político, social e principalmente econômico.

Mas, apesar dos processos eleitorais serem obrigatório, existe uma grande parte da população brasileira que não precisa votar, saiba quem são!

Quem não é obrigado a votar e participar das eleições 2018?

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral , a lei prevê que em alguns casos o voto é facultativos, mais concretamente para os analfabetos, para os maiores de 70 (setenta anos) e para os maiores de 16 (dezesseis) e menores de 18 (dezoito) anos.

Ou seja, essas pessoas votam apenas se realmente quiserem, pois não há obrigação.

Além dessas pessoas, existem outras situações em que o brasileiro não é mais obrigado a participar dos processos democráticos.

Além disso, algumas pessoas não são obrigadas a votar porque foram privadas dos seus direitos políticos, de maneira temporária ou definitiva.

 

Aqueles que não estão sem seu domicílio eleitoral também não pode votar mas, ao contrário dos demais, devem justificar sua ausência à Justiça Eleitoral. Isso porque, no Brasil, não existe o chamado voto em trânsito.

→ Saiba mais sobre como justificar votos nas eleições 2018 clicando aqui

Através da resolução nº 21.920 de 19 de Setembro de 2004, no artigo 1º, as pessoas portadoras de deficiência são obrigadas a votar, mas caso a condição do portador da deficiência impossibilite o seu voto ou torne o ato de votar demasiado difícil, ela não sofrerá nenhuma sanção, ou seja não será penalizada por isso.

Para não ter problemas com o TSE, a pessoa portadora de deficiência deverá apresentar ao juiz eleitoral um documento que comprove a sua deficiência , podendo obter dessa forma uma certidão de quitação eleitoral com prazo de validade indeterminado.


Como o eleitor com deficiência pode ser transferido para a seção especial?

Para poder efetuar o seu voto em uma Seção Eleitoral Especial, o eleitor com deficiência deve apresentar o seu pedido até 151 dias antes das eleições. 

A transferência para uma seção especial de voto requer que o eleitor compareça no cartório eleitoral do seu domicílio eleitoral com o título de eleitor e o seu RG ou outro documento oficial com foto. 

Além disso, os eleitores com deficiência que solicitam a transferência têm até 90 (noventa) dias antes das eleições para comunicar por escrito ao Juiz Eleitoral quais são as suas necessidades.

Também é preciso informar que tipo de assistência vai precisar, para que a Justiça Eleitoral possa providenciar uma Seção Eleitoral Especial, para que o exercício do voto não seja prejudicial para você.

Agora você já sabe quem é e quem não é obrigado a votar! Caso ainda possua alguma dúvida, deixe o seu comentário logo abaixo.

 

 

Como Justificar Voto nas Eleições 2018

Vai viajar ou tem compromisso no dia da votação? Saiba como justificar voto nas eleições 2018! O eleitor que estiver fora de seu domicílio eleitoral poderá contar com um “plano B” junto ao Tribunal Superior Eleitoral – TSE, confira  e entenda como justificar voto nas eleições 2018.

Como Justificar Voto nas Eleições 2018
Como Justificar Voto nas Eleições 2018

Assim como o ato de votar é obrigatório, a sua justificativa de ausência também será!

Entenda como justificar voto nas eleições 2018 e quais documentos são necessários para estar em dia com as leis nacionais.

Como Justificar Voto nas Eleições 2018

Retire suas dúvidas em relação a Justificativa de votos nas Eleições 2018

Milhões de eleitores são esperados nas urnas para o primeiro turno das eleições 2018, porém muitos deles não poderão cumprir o seu dever democrático.

Por isso, quem está fora do seu domicílio eleitoral no dia da votação, é necessário ficar atento às orientações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Como Justificar Voto nas Eleições 2018?

Como já foi citado, a justificativa da ausência nas eleições deve ser realizada conforme indicado pelo TSE. O primeiro passo é comparecer em um dos locais destinados ao recebimento das justificativas munido do Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE) preenchido corretamente  nos dias de votação (1° ou 2° turno).

Onde encontro o Requerimento de Justificativa Eleitoral?

O Requerimento de Justificativa Eleitoral é gratuito e está disponível nos seguintes locais:

  • Postos de atendimento ao eleitor;
  • Cartórios eleitorais ;
  • Seção eleitoral.

Lembrando que o documento estará disponível no dia do pleito! Para obter o seu requirimento on-line clique aqui!

Além do Requirimento, o que mais preciso levar para justificar meu voto?

Os documentos necessários para realizar a sua justificativa são:

  •  RG, passaporte ou outro documento oficial com foto, de valor legal equivalente, inclusive carteira de categoria profissional reconhecida por lei;
  • Título de Eleitor.

Não pude justificar no dia das eleições 2018, posso justificar depois?

Passado o dia oficial das eleições, você poderá obter um novo tipo de Requerimento de Justificativa Eleitoral clicando aqui e em seguida, encaminhá-lo a qualquer cartório eleitoral ou posto de atendimento ao eleitor após a eleição, no prazo de 60 (sessenta) dias.

Clique aqui e tenha acesso ao formulário de justificação após a data das eleições!

Passado o prazo de 60 dias após a eleição, o eleitor deverá realizar o mesmo processo, porém deverá pagar uma multa no valor de R$ 3,51.

Além disso, o eleitor terá o seu caso julgado pelo juiz que poderá ou não isentar o eleitor do pagamento da multa.

Caso eu opte por não justificar o meu voto, o que acontecerá comigo?

O eleitor que não justificar a ausência do voto, ficará vetado dos seguintes direitos:

  • Solicitar passaporte ou carteira de identidade;
  • Receber o salário ou qualquer remuneração vinda de entidades públicas ou subsidiadas pelo governo a partir do segundo mês após a eleição;
  • Participar de concorrência pública ou administrativa em qualquer autarquia da União, dos estados, dos municípios ou do Distrito Federal;
  • Requerer empréstimos em qualquer banco ou estabelecimento de crédito mantido pelo governo;
  • Se inscrever em concursos públicos ou tomar posse de cargos públicos;
  • Renovar matrícula em qualquer instituição de ensino pública ou fiscalizada pelo governo;
  • Solicitar qualquer documento que necessite da quitação eleitoral.

Agora que você já sabe como justificar voto nas eleições 2018, não deixe de ficar de acordo com as leis nacionais!

A democracia é uma conquista muito importante para os brasileiros e por isso devemos respeitá-la ao máximo.

Como Funciona o Segundo Turno das Eleições

Geralmente, nós, eleitores temos algumas dúvidas sobre como funciona o segundo turno das eleições. Caso você esteja inserido nesse grupo, confira o artigo que preparamos a seguir, sobre todos os detalhes envolvendo as eleições 2018 e saiba finalmente como funciona o segundo turno das eleições.

Como Funciona o Segundo Turno das Eleições
Como Funciona o Segundo Turno das Eleições

Como Funciona o Segundo Turno das Eleições?

Apesar de ser uma etapa adicional dos processos democráticos que ocorrem a cada 4 (quatro) anos, é importante saber como funciona o segundo turno das eleições, afinal ocorre quase em todas as votações. 


Por que em alguns casos existem segundo turno?

Por se tratar de um país muito extenso e diversificado, muitas vezes não é possível escolher um representante público somente no primeiro turno das eleições. 

Como já foi dito,  o processo tem a responsabilidade de ocorrer etapa adicional da eleição que só ocorre quando nenhum candidato alcança a maioria absoluta dos votos válidos, excluindo os brancos e nulos.

Isto é, o segundo turno eleições só ocorre quando não atingem 50% dos votos mais 1 (um) logo no primeiro turno e como a política brasileira é caracterizada como multipartidária, essa prática se torna bastante comum.


Como Funciona o Segundo Turno nas Eleições?

Segundo as regras dos artigos 28, 29 e 77 da Constituição Federal de 1988, quando nenhum dos candidatos das eleições municipais, estaduais ou federais atingem a maioria absoluta no primeiro turno, será realizada uma nova votação em até vinte dias após a divulgação do resultado.

Lembre-se como funciona o segundo turno das eleições:

Só disputam esse segundo processo eleitoral, os dois candidatos mais votados e vence aquele que alcançar a maioria dos votos válidos.

Mas, caso um dos disputantes venha a falecer, desistir ou for impedido legalmente de concorrer (por crimes de corrupção), será convocado o que obteve a maior votação entre os restantes, ou seja o 3° colocado.

Ao ser concluído a contagem da nova votação, a chapa vencedora da nova disputa, com mandatário e vice, que será empossada no ano seguinte ao da votação.


Caso ocorra, qual será o dia previsto para o segundo turno eleições 2018?

Como já foi dito, o prazo máximo para eleger governantes públicos não ultrapassam 20 (vinte) dias úteis após o primeiro turno.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o cronograma para as eleições 2018 será o seguinte:

  • 16 de agosto de 2018: Início da propaganda eleitoral.
  • 29 de setembro de 2018: Fim da propaganda eleitoral gratuita veiculadas no rádio e na televisão.
  • 2 de outubro de 2018: Primeiro turno.

Mas, caso os nossos representantes não sejam escolhidos dentro das regras do primeiro turno, o cronograma do segundo turno eleições 2018 será completado da seguinte forma:

  • 3 de outubro de 2018: Início da propaganda eleitoral referente ao segundo turno, somente a partir das 17h;
  • 29 de outubro de 2018: Acaba a propaganda eleitoral paga relativa ao segundo turno;
  • 30 de outubro de 2018: Segundo turno.

 

Mas, como esse calendário foi programado com grande antecedência, poderá sofrer algumas alterações.

Caso haja mesmo a possibilidade de uma etapa adicional nas eleições 2018, iremos rapidamente atualizar as informações do site, por isso fique é importante ficar atento!

Ainda tem alguma dúvida sobre como funciona o segundo turno das eleições? Deixe o seu comentário abaixo!

 

Apuração Eleições 2018: Boca de Urna

Uma etapa muito importante  será a apuração eleições 2018, pois é por meio desse recurso que todos os votos ao redor do país são contabilizados e somados para decretarmos os nossos novos representantes políticos. Acompanhe como anda a apuração eleições 2018!

Apuração Eleições 2018
Apuração Eleições 2018

O andamento da apuração eleições 2018 é contabilizada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Para entender melhor qual será o futuro do Brasil pelos próximos 4 (quatro) anos, confira as informações a seguir.

➥ Confira os resultados das Pesquisas eleições 2018

Como funcionará a Apuração Eleições 2018?

A apuração das eleições brasileiras é basicamente a contagem de votos dos votos populares em relação aos candidatos para os cargos públicos no país.

A realização desse processo compete inicialmente às juntas apuradoras, nomeadas pelo Presidente do Tribunal Regional (Art. 36 do Código Eleitoral).

Normalmente os locais de apuração são definidos pelos juízes presidentes das respectivas juntas apuradoras.

No interior, o local de realização dos trabalhos de apuração é, preferencialmente, o cartório eleitoral, onde são sempre efetuadas as transmissão dos arquivos para o TRE.

Já nas capitais, os trabalhos de apuração são efetuados em locais distintos dos cartórios, mas dentro de suas respectivas circunscrições.

apuração eleições 2018 será feita de forma transparante, para que toda a população tenha acesso aos resultados em tempo real, evitando o cometimento de fraldes ou golpes democráticos.


Acesso aos resultados da apuração eleições 

Geralmente o período de votação se inicia às 8h e acaba às 17h.

Apesar do Brasil possuir 4 (quatro) fusos horários diferentes, este fato não interfere, porque o horário definido é o horário local de cada município. 

Ou seja, os votos são contabilizados separadamente em cada estado e somente depois é somado a nível nacional. 

Sendo assim, quando der exatamente 17h no seu estado, você poderá conferir o início das apurações em todos os meios de comunicação.

Abaixo listamos alguns exemplos, para você saber como ficar por dentro das apuração eleições 2018

Emissoras de TV

  • Band;
  • Tv Brasil;
  • Tv Senado;
  • Rede Globo;
  • Tv Assembleia (TVAL);
  • Entre outras.

Estações de Rádio

  • CBN;
  • Jovem Pan;
  • BandNews;
  • Globo FM;
  • Rádio Jornal;
  • Rádio Senado;
  • Entre outras!

Sites e Blogs

  • Portal G1 de notícias;
  • Uol (Grupo Folha);
  • IG;
  • R7.com;
  • Terra;
  • O Globo;
  • Entre outros!

Além disso, uma grande novidade para os interessados na apuração eleições 2018 é o aplicativo das eleições 2018 , onde há informações constantemente atualizadas sobre a contagem dos votos e muitas outras informações!

*Em breve disponibilizaremos o link para você instalar o seu aplicativo em Smartphones ou Tablets.


Qual a importância de acompanhar Apuração Eleições 2018?

É bastante comum ouvirmos que todos os políticos são iguais e que o voto não passa de mais uma obrigação. Mas, a realidade é muito diferente!

Tanto a fase de apuração, como todas as outras pertencentes ao processo eleitoral são muito relevantes para que os brasileiros se sintam ativos na democracia do país.

Os resultados das eleições virão para modificar completamente o nosso cenário político, social e econômico, por isso é preciso ser muito responsável diante da sua decisão de voto.

Acompanhe não só a apuração eleições 2018, mas também  o trabalho dos representantes escolhidos. O nosso país precisa ser mais fiscalizado e somente você, poderá fazer essa diferença!

 

Pesquisas Eleições 2018: IBOPE

Curiosos para saber os resultados das pesquisas Eleições 2018? Reunimos dados  sobre a próxima votação presidencial divulgado pelos principais institutos nacionais como o Ibope, Vox Populi entre outros. Para conferir os nomes mais populares de acordo com as pesquisas Eleições 2018, acompanhe !

Pesquisas Eleições 2018
Pesquisas Eleições 2018

A sondagem para as eleições  são de grande importância, para que os eleitores possam entender melhor como anda o cenário político atual.

Os levantamentos referentes as pesquisas Eleições 2018 também aponta, neste momento, favoritismo de alguns candidatos. Confira!


Acompanhe aqui as Principais Pesquisas Eleições 2018

Durante o período que antecede a época das eleições, é necessário um estudo profundo sobre os possíveis candidatos em quem iremos votar.

Uma das formas de começar essa descobertas, é por meio das pesquisas Eleições 2018, pois restringe o eleitor aos principais nomes da disputa, dando um norteamento na hora para que o mesmo possa fazer a sua melhor escolha!


Do que se tratam as pesquisas?

Nessa fase entram os institutos de pesquisas, responsáveis por entrevistar o máximo de pessoas e contabilizar (em tom de previsão) os votos populares dirigidos a cada candidato.

 Ao todo existem 2 (duas) formas de pesquisas, uma Qualitativa e uma Quantitativa!

Na pesquisa Qualitativa, os grupos políticos podem definir quais são as melhores estratégias na hora de conquistar os eleitores. á a quantitativa, proporciona a popularidade do candidato a algum cargo político.


Ok, mas como as pesquisas Eleições 2018 me ajudará?

As análises são ferramentas fundamentais em qualquer campanha eleitoral.

Sem a utilização delas, é dar tiro no escuro, pois o seu voto deverá servir para unir forças com os demais indivíduos da população e colocar no poder alguém capacitado para tal responsabilidade.

Por isso, conferir os resultados das pesquisas Eleições 2018, é o passo inicial para aproveitar ao máximo o seu poder de voto!


Institutos responsáveis pelas pesquisas

Alguns nomes são marcados pela sua grande credibilidade, como por exemplo:

  • IBOPE ( Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística);
  • DataFolha;
  • Vox Populi;
  • CNT / MDA(Confederação Nacional do Transporte).

Todos os institutos citados acima, possuem o objetivo de oferecer um conteúdo real e servir como ferramenta de planejamento para um futuro melhor para os brasileiros. 


Até o momento, quais são os resultados das pesquisas Eleições 2018?

Instituto IBOPE

  • Lula — 47%
  • Marina Silva — 33%
  • José Serra — 25%
  • Joaquim Barbosa — 24%
  • Geraldo Alckmin — 22%
  • Aécio Neves — 22%
  • Ciro Gomes — 18%
  • Jair Bolsonaro — 17%
  • João Doria Jr. — 16%

Instituto Vox Populi

  • Lula — 45%
  • Jair Bolsonaro  — 11%
  • Marina Silva — 10%
  • Aécio Neves  — 9%
  • Ciro Gomes — 4%
  • Brancos e Nulos —15%
  • Não sabe— 7%

Instituto CNT / MDA

  • LULA — 30,5%
  • Marina Silva — 11,8%
  • Jair Bolsonaro — 11,3%
  • Aécio Neves — 10,1%
  • Ciro Gomes — 5,0%
  • Michel Temer — 3,7%

Instituto Datafolha

  • Lula — 25%
  •  Marina Silva —15%
  • Aécio Neves— 11%
  •  Jair Bolsonaro — 9%
  •  Ciro Gomes —5%
  • Michel Temer — 4%
  • Luciana Genro — 2%
  • Ronaldo Caiado — 2%
  •  Eduardo Jorge—1%
  • Branco/nulo—20%
  • Não sabe— 6%

Agora que você já conhece as principais pesquisas Eleições 2018, que tal começar a investigar esses candidatos? 

Conhecer bem para onde está indo o nosso voto, pode melhorar e muito a qualidade dos nossos representantes! 

Lembre-se: Assim que divulgados os resultados de novas análises, iremos atualizar esse post. Nosso maior compromisso é deixar você, sempre bem informado sobre o cenário político atual.

Resultado Eleições 2018

resultado eleições 2018 é algo de extrema importância para o futuro da política brasileira, visto que o país atravessou um longo período de inúmeras crises e escândalos e precisa se recuperar o quanto antes. Para você entender melhor a situação atual, confira o artigo sobre o resultado eleições 2018.

Resultado Eleições 2018
Resultado Eleições 2018

A crise política brasileira invadiu todos os lares e passou a se tornar também econômica e social, mas o resultado eleições 2018 promete encerrar este ciclo.

Saiba quem são os possíveis candidatos vencedores e retire todas as suas dúvidas sobre os processos eleitorais.


Retire todas as suas dúvidas do resultado Eleições 2018

As eleições são a maior forma de expressão popular, é através desse processo que uma sociedade se torna democratizada.

No ano de 2018, a escolha dos novos políticos farão muita diferença no cenário político, social e principalmente econômico.

Para você ficar por dentro de todas as etapas importantes dos processos eleitorais, confira as perguntas e respostas abaixo!


Qual  será a data das eleições 2018?

Como de costume, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou o calendário eleitoral com muito tempo de antecedência, por isso algumas modificações podem acontecer até o segundo semestre de 2018.

>> Confira todos e prazos  → Datas da eleições 2018

Mas, até os dias de hoje o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou o seguinte cronograma para as eleições 2018 :

  • 16 de agosto de 2018: Início da propaganda eleitoral;
  • 29 de setembro de 2018: Fim da propaganda eleitoral gratuita veiculadas no rádio e na televisão;
  • 2 de outubro de 2018: Primeiro turno.


Quando e por onde podemos ter acesso ao resultado eleições 2018?

Geralmente o período de votação se inicia às 8h e acaba às 17h.

Apesar do Brasil possuir 4 (quatro) fusos horários diferentes, este fato não interfere, porque o horário definido é o horário local de cada município. 

Ou seja, os votos são contabilizados separadamente em cada estado e somente depois é somado a nível nacional.

Por exemplo, nos estados do sul e sudeste o  resultado final das eleições 2018 começa a ser contabilizado 2 (duas) horas antes dos estados do norte.

Os eleitores poderão saber o resultado oficial das eleições por volta das 20h, em todos os meios de comunicação!


Haverá a possibilidade de um segundo turno para sabermos o resultado eleições 2018?

O segundo turno eleições 2018 funciona como uma etapa adicional dos processos democráticos. Isso só acontece quando nenhum candidato alcança a maioria absoluta dos votos válidos, excluindo os brancos e nulos. 

Sendo assim, o segundo turno só ocorre quando não atingem 50% dos votos mais 1 (um) logo no primeiro turno.

Caso os nossos representantes não sejam escolhidos dentro das regras do primeiro turno, o cronograma para obtermos o resultado eleições 2018 será completado da seguinte forma:

  • 3 de outubro de 2018: Início da propaganda eleitoral referente ao segundo turno, somente a partir das 17h;
  • 29 de outubro de 2018: Acaba a propaganda eleitoral paga relativa ao segundo turno;
  • 30 de outubro de 2018: Segundo turno.

 


Quem são os candidatos vencedores de cada estado?

Até o momento não há como ter certeza sobre os candidatos eleitos, pois ainda não foi concluído o processo de votação no país, porém temos como sugerir algumas propostas de previsão por meio das últimas pesquisas eleições 2018 , confira agora alguns dos cenários pesquisados pelo Instituto Datafolha visando descobrir qual será o resultado eleições 2018:

Cenário 1 (com Aécio e Lula competindo):

  • Lula (PT): 30%
  • Jair Bolsonaro (PSC): 15%
  • Marina Silva (Rede): 14%
  • Aécio Neves (PSDB): 8%
  • Ciro Gomes (PDT): 5%
  • Michel Temer (PMDB): 2%
  • Luciana Genro (PSOL): 2%
  • Ronaldo Caiado (DEM): 1%
  • Eduardo Jorge (PV): 1%
  • Branco/nulo/nenhum: 17%
  • Não sabe: 4%

Cenário 2 (com Doria e Lula competindo):

  • Lula (PT): 31%
  • Marina Silva (Rede): 16%
  • Jair Bolsonaro (PSC): 13%
  • João Doria (PSDB): 9%
  • Ciro Gomes (PDT): 6%
  • Michel Temer (PMDB): 2%
  • Luciana Genro (PSOL): 2%
  • Ronaldo Caiado (DEM): 1%
  • Eduardo Jorge (PV): 1%
  • Branco/nulo/nenhum: 15%
  • Não sabe: 4%

Cenário 3 (sem Lula e Temer, com Doria competindo):

  • Marina Silva (Rede): 25%
  • Jair Bolsonaro (PSC): 14%
  • Ciro Gomes (PDT): 12%
  • João Doria (PSDB): 11%
  • Luciana Genro (PSOL): 3%
  • Eduardo Jorge (PV): 2%
  • Ronaldo Caiado (DEM): 2%
  • Branco/nulo/nenhum: 25%
  • Não sabe: 6%

Lembre-se: Um ano de grandes mudanças como esses, é necessário pensar bem antes de votar, pois o resultado das eleições 2018 fará muita diferença na vida de todos os brasileiros!

 

Últimas Pesquisas Eleições 2018

O nosso país anda em um momento muito delicado da sua política, por isso as últimas pesquisas eleições 2018 podem ter resultados surpreendentes! Veja aqui os resultados das últimas pesquisas eleições 2018.

Últimas Pesquisas Eleições 2018
Últimas Pesquisas Eleições 2018

De acordo  com as informações divulgadas pelo instituto Datafolha, preparamos este artigo, analisando últimas pesquisas, para você ficar de olho nos próximos candidatos a presidências do país.

Entre os concorrentes citados pelas últimas pesquisas eleições 2018,  temos os ex-senadores José Serra e Aécio Neves e o governador paulista, Geraldo Alckmin e até o ex-presidente Lula.

Ficou curioso para ver os resultados? Nos acompanhe!


Uma breve análise sobre as Eleições 2018

Não é novidade para ninguém que os últimos anos o Brasil sofreu muito com os escândalos políticos.

Durante o fim do mandato de Dilma Rousseff (PT) e o início da presidência interina de Michel Temer (PMDB) houveram inúmeros protestos e manifestações públicas em todos os estados do país.

Porém, mesmo com uma grande pressão popular, foi decidido manter o tucano no poder e por tanto, as eleições 2018 será a maior forma de expressão popular a um nível nacional, voltando a tornar o Brasil democratizado.

No ano de 2018, a escolha dos novos políticos farão muita diferença no cenário político, social e principalmente econômico, visto que a situação financeira do país não anda muito positiva!

Até o momento, já foram cotados alguns nomes para nos representar pelos próximos 4(quatro) anos. Para saber mais as últimas pesquisas eleições 2018, confere nosso próximo tópico!


Últimas Pesquisas Eleições 2018

A última pesquisa do instituto Datafolha foi divulgada  com informações de grande importância!

 Elas surgem com a proposta de prever todos os cenários eleitorais possíveis e além disso, auxiliam os cidadãos que ainda não possuem certeza de quem irá votar.

A pesquisa é dividida em 6 (seis) diferentes cenários. O Datafolha ouviu 2.781. Lembrando que existe margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos e índice de confiança de 95%.

Confira abaixo os dados das últimas pesquisas eleições 2018:

Cenário 1 (com Aécio):

  • Lula (PT): 30%
  • Jair Bolsonaro (PSC): 15%
  • Marina Silva (Rede): 14%
  • Aécio Neves (PSDB): 8%
  • Ciro Gomes (PDT): 5%
  • Michel Temer (PMDB): 2%
  • Luciana Genro (PSOL): 2%
  • Ronaldo Caiado (DEM): 1%
  • Eduardo Jorge (PV): 1%
  • Branco/nulo/nenhum: 17%
  • Não sabe: 4%

Cenário 2 (com Alckmin):

  • Lula (PT): 30%
  • Marina Silva (Rede): 16%
  • Jair Bolsonaro (PSC): 14%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
  • Ciro Gomes (PDT): 6%
  • Michel Temer (PMDB): 2%
  • Luciana Genro (PSOL): 2%
  • Ronaldo Caiado (DEM): 2%
  • Eduardo Jorge (PV): 1%
  • Branco/nulo/nenhum: 16%
  • Não sabe: 4%

 

Cenário 3 (com Doria)

  • Lula (PT): 31%
  • Marina Silva (Rede): 16%
  • Jair Bolsonaro (PSC): 13%
  • João Doria (PSDB): 9%
  • Ciro Gomes (PDT): 6%
  • Michel Temer (PMDB): 2%
  • Luciana Genro (PSOL): 2%
  • Ronaldo Caiado (DEM): 1%
  • Eduardo Jorge (PV): 1%
  • Branco/nulo/nenhum: 15%
  • Não sabe: 4%

Cenário 4 (sem Lula e Temer, com Doria)

  • Marina Silva (Rede): 25%
  • Jair Bolsonaro (PSC): 14%
  • Ciro Gomes (PDT): 12%
  • João Doria (PSDB): 11%
  • Luciana Genro (PSOL): 3%
  • Eduardo Jorge (PV): 2%
  • Ronaldo Caiado (DEM): 2%
  • Branco/nulo/nenhum: 25%
  • Não sabe: 6%

Cenário 5 (sem Lula e Temer, com Alckmin)

  • Marina Silva (Rede): 25%
  • Jair Bolsonaro (PSC): 16%
  • Ciro Gomes (PDT): 11%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
  • Luciana Genro (PSOL): 4%
  • Ronaldo Caiado (DEM): 2%
  • Eduardo Jorge (PV): 2%
  • Branco/nulo/nenhum: 27%
  • Não sabe: 6%

Cenário 6

  • Lula (PT): 29%
  • Marina Silva (Rede): 11%
  • Jair Bolsonaro (PSC): 11%
  • Sergio Moro (sem partido): 9%
  • Aécio Neves (PSDB): 5%
  • João Doria (PSDB): 5%
  • Joaquim Barbosa (sem partido): 5%
  • Ciro Gomes (PDT): 5%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 3%
  • Luciano Huck (sem partido): 3%
  • Branco/nulo/nenhum: 11%
  • Não sabe: 4%

Lembrando que os resultados das últimas pesquisas eleições 2018, não são exatas! As informações podem podem sofrer alterações de acordo com a aproximação da votação. 

Mesário Voluntario Eleições 2018: Como de inscrever?

Você já pensou em se tornar um mesário voluntário eleições 2018? Os processos eleitorais ao redor do país são de interesse de toda a comunidade, por isso a sua participação de é de extrema importância. Saiba como atuar na democracia do seu país sendo um mesário voluntário eleições 2018!

Mesário Voluntário Eleições 2018
Mesário Voluntário Eleições 2018

O projeto mesário voluntário eleições 2018 é focado na ampliação do número de colaboradores da Justiça Eleitoral de forma consciente e espontânea, visando a melhoria no atendimento dos brasileiros e evitando filas e aglomerações nos locais de votação.


Mesário Voluntário Eleições 2018

Um novo ciclo de mandatos se iniciará em breve no país e apesar de ouvirmos muito que todos os políticos são iguais e que o voto não passa de mais uma obrigação, a realidade é bem diferente! 

As eleições 2018 são a maior forma de expressão popular e é através desse processo que uma sociedade se torna democratizada. Por isso, quanto mais a população participa, mais o país tende a melhorar.

Para que o direito de votar chegue a todos cidadãos do Brasil, a Justiça Eleitoral mobiliza uma enorme estrutura e conta, todas as eleições, com o auxílio de cidadãos que se dispõem a doar um pouco de seu tempo e participar dessa grande tarefa.

O programa mesário voluntário eleições 2018 foi criado com o objetivo de incentivar a adesão ao voluntariado de serviços eleitorais nas mesas receptoras de votos. 


Quem pode ser um Mesário?

O trabalho dos mesários voluntário eleições 2018, juntamente com o dos funcionários da Justiça Eleitoral, garante que a vontade do eleitor seja respeitada e a democracia, fortalecida.

Quem pode ser mesário voluntário?

  • Todo eleitor em situação regular perante a Justiça Eleitoral poderá ser mesário na sua Zona, preferencialmente no local e na Seção em que vota.

Quem NÃO pode ser mesário voluntário?

  • Os candidatos e seus parentes, ainda que por afinidade, até o segundo grau inclusive, e também o cônjuge
  • Os membros de diretórios de partidos políticos caso exerçam função executiva
  • As autoridades e agentes policiais, bem como os funcionários no desempenho de cargos de confiança do Executivo
  • Os que pertencerem ao serviço eleitoral
  • Os eleitores menores de 18 anos

Como se inscrever no Programa Mesário?

Para realizar é muito simples! A inscrição é realizada pela internet e o primeiro passo é escolher o site do tribunal do seu respectivo estado. Confira a listagem abaixo:

Ao ser redirecionado a uma nova guia, busque pela opção Inscreva-se aqui e torne-se um mesário voluntário, como mostra a imagem a seguir:

Logo depois, insira o número do seu título de eleitor, confira se todos os números estão corretos e clique na opção Próximo Passo.

Depois disso, siga os próximas fases do site e conclua seu cadastro!

Mas, se você já se inscreveu e por algum motivo deseja agora remover sua inscrição do programa mesário voluntário eleições 2018, vá ao mesmo site, digite o número do seu título e clique em Remover.

Caso você ainda tenha alguma dúvida sobre como se tornar um mesário voluntário eleições 2018, deixe um comentário abaixo ou se preferir, entre em contato com a central de atendimento do tribunal do seu estado!